Notícias

Final do segundo CBP entra para a história da pesca esportiva

Mais de uma tonelada de peixes, transmissão eletrizante e 100 mil reais na conta do casal campeão, foram apenas alguns dos temperos especiais da final do segundo Campeonato Brasileiro em Pesqueiros

Nem o mais inspirado roteirista teria pensado em um roteiro tão incrível como a grande final da segunda edição do Campeonato Brasileiro em Pesqueiros da Fish TV.

Os acontecimentos e as emoções que tomaram conta da finalíssima, foram sentidos e percebidos por todos, desde competidores até os telespectadores que acompanhavam os últimos momentos do CBP do sofá de casa.

No dia 25 de setembro de 2021, a mudança na classificação acontecia a todo o momento, acompanhada pela mudança climática, que pegou a todos de surpresa quando muitos raios e chuva atingiram o tanque de engorda do Parque Maeda, em Itu-SP.

Mas para entender como tudo isso aconteceu, é preciso começar, obviamente, pelo início.

Nas etapas classificatórias, 42 duplas (84 competidores) deram o seu máximo, suaram a camisa e garantiram a tão sonhada classificação para a grande final. E elas chegaram até esse glorioso momento ficando em primeiro, em segundo ou capturando o maior peixe da etapa classificatória.

É importante lembrar que aconteceram casos em que competidores que alcançaram esse feito, já estavam classificados, previamente, o que garantiu a ida para a final do próximo da classificação. Sabendo como todos os pescadores chegaram até a final, podemos relembrar como ela aconteceu.

Às 09:30h da manhã, ecoou o som da buzina de início de prova. A partir daí, o coração de todos os pescadores não parou de sacudir, a mil por hora.

Quem andava pela arena da final, durante a competição, conseguia escutar o som dos próprios pés caminhando sobre a grama. O silêncio tomou conta do Parque Maeda, desde o início da prova, até às 17:30h, horário em que a competição foi finalizada.

A tensão era sentida por qualquer um que passasse por ali. E, com pouquíssimo tempo de prova, o primeiro peixe já apareceu, provando que a grande final seria eletrizante.

Peixes foram capturados a todo o momento, brigas incríveis foram presenciadas e os mais belos exemplares foram vistos por quem acompanhava toda a emoção.

Todos entregaram o seu máximo, já que, além do grande prêmio de 100 mil reais, os grandes campeões ficarão, para sempre, com os nomes marcados na história dos campeonatos de pesca esportiva. Afinal, o Campeonato Brasileiro em Pesqueiros é o único que determina os campeões nacionais de pesca!

Para entender como o título foi definido, precisamos voltar cinco anos atrás: o pescador Rogério começou a levar sua esposa Juliana para as suas pescarias.

A união do casal era tão forte, que os resultados começaram a refletir nas pescarias também. Com isso, os dois perceberam que uma forte parceria em campeonatos poderia acontecer.

Se classificaram para a final na etapa de Minas Gerais, mas chegaram até Itu sem nenhum tipo de favoritismo. Como a dupla mesmo disse, antes do início da prova, iriam competir para ‘ver no que vai dar’.

E deu no que deu! Em praticamente toda a grande final, Juliana e Rogério estiveram na frente de todas as outras 41 duplas e, mesmo quando ultrapassados na classificação geral, conseguiam recuperar o topo da tabela.

Os dois pescaram demais! Mas é preciso citar a garra de Juliana, que pegou diversos exemplares e mostrou que as mulheres podem ser as melhores pescadoras do Brasil!

Com sete exemplares capturados, a dupla somou incríveis 94,420kg de peixes, ficando com mais de 15 quilos acima da quantidade pescada pela dupla vice-campeã.

Juliana e Rogério eram um dos poucos casais da grande final e mostraram que o amor pode trazer grandes frutos na pesca. Agora, a dupla conta com 100 mil reais em sua conta bancária e vão ter CBP como sobrenome, para o resto de suas vidas!

Mas entre tantos bons competidores, não foi só a dupla campeã que se deu bem. Também teve prêmios para as duplas que ficaram na segunda classificação, na terceira classificação e para a dupla que capturou o maior peixe de todo o campeonato.

Na grande final do último sábado, os primeiros campeões brasileiros, Adriano e Glauter, mais conhecidos no mundo da pesca esportiva como Batman e Robin, capturaram o maior peixe da finalíssima: um Tambacu de 31,500kg. A dupla ficou na sétima colocação final.

Mas o Tambacu de Batman e Robin ainda ficou bem atrás do Pirarucu de 42,040kg capturado por Alexandre Faria e Eduardo Xavier, na primeira etapa do campeonato mineiro, no Unipesca, em Uberlândia-MG. Assim, Alexandre e Eduardo colocaram 10 mil reais no bolso, com o prêmio de maior peixe!

Quem também saiu ganhando, foram as duplas que ficaram em segundo e em terceiro na classificação final. E no CBP não tem essa de ficar chateado com a medalha de prata. Mesmo estando tão perto do título, com 78,450kg capturados, os segundo colocados Gilberto e Silfarney mostraram tamanha alegria em participar e ainda ganharam uma grande viagem de pesca, com tudo pago, para Alta Floresta, no Mato Grosso.

Já a dupla que ficou em terceiro lugar, Fernando e Giovani, também comemorou muito e levou outro grande prêmio. Com 75,310kg de peixe, os dois vão pescar em águas Argentinas, com tudo pago! Vão para Corrientes desfrutar de uma gostosa pescaria, aproveitando tudo que o CBP pode oferecer!

O primeiro CBP já chegou marcando o mundo da pesca esportiva. Mas o segundo, conseguiu superar. Em números, exemplares, etapas e por tudo que envolveu a grande final.

Por conta da pandemia da Covid-19, ela teve de ser adiada em 546 dias, aproximadamente um ano e meio, deixando todos ansiosos e esperançosos com esse grande momento!

Depois de percorrer seis estados, com transmissão ao vivo em todas as etapas e cerca de mil competidores, o dia 25 de setembro de 2021 vai ficar para a história como uma das datas mais marcantes do CBP!

Com um total de 1.088,022kg pescados, a final veio, aconteceu e foi um grande sucesso!

Juliana e Rogério ficarão com sua imagem eternizada em qualquer busca por campeões de pesca esportiva. O título conquistado na humildade, na garra e no coração, deixou arrepiado qualquer amante desse esporte.

Toda essa adrenalina vai continuar. Mal finalizamos o segundo CBP e já estamos com uma enorme procura para inscrições para o terceiro campeonato!

INSCREVA-SE e sinta na pele toda a emoção de fazer parte de um dos maiores eventos de pesca esportiva do planeta!

 

    Quer saber mais?
    Preencha com seus dados e entraremos em contato




    Fish TV

    Acompanhe as novidades

    Pagamento em até 10x nos cartões de crédito. Consulte condições especiais

    Fish TV Fish TV

    QUER GARANTIR SUA VAGA NO CBP 4?

    Temos uma novidade: o Voucher Promocional! Preencha o formulário e saiba mais.