Notícias

Final de semana de CBP: mais duas etapas incendiaram o Parque Maeda

Como já é de costume, as etapas do CBP no Tanque 7 do parque trouxeram ainda mais emoção para a disputa

Falar que uma etapa no Tanque 7 do Parque Maeda foi sucesso é totalmente redundante. Em todas as disputadas já realizadas no local, o resultado foi o mesmo: uma pescaria de alto nível!

(ATENÇÃO: as fotos da terceira e da quarta etapa do Campeonato Paulista do CBP 3, você confere ao final desta matéria!)

Se você é pescador e nunca teve a oportunidade de conhecer a arena, pergunte a quem já esteve presente. A resposta, sem dúvida, será a mesma (e positiva).

E no último final de semana, sábado e domingo, dias 27 e 28 de novembro, foram realizadas as etapas de número três e quatro da terceira edição do Campeonato Brasileiro em Pesqueiros.

Como já era esperado, as duas etapas trouxeram emoção para todos os amantes deste esporte. Em dois dias de evento, 3.878,430 kg de peixes foram pesados nas quatro balanças do tanque.

Essas quase quatro toneladas mostram o quão forte é o potencial do campeonato paulista. O melhor disso tudo é a garantia de que vai continuar vindo muita coisa boa: ainda faltam quatro etapas no mesmo local, finalizando as oito etapas de São Paulo.

Mas para entender melhor como tudo funcionou no final de semana, precisamos falar, separadamente, de cada etapa.

ETAPA 3 (SÁBADO, 27 DE NOVEMBRO): Após chuva forte no dia anterior, o peixe comeu!

O final de semana parecia que ia ser debaixo de fortes chuvas na cidade de Itu-SP, onde fica situado o grande parque. Um dia antes da terceira etapa paulista, primeira do final de semana, uma chuva torrencial atingiu os locais próximos ao Maeda.

Na sexta-feira, dia 26, a previsão de chuva para o sábado estava alta: cerca de 60% de chances. Com isso, competidores já conversavam para mudar suas estratégias e planejavam o melhor meio de pegar grandes exemplares.

Mas o tempo, como sempre, pregou uma peça e tanto! O sábado começou ensolarado e com uma temperatura que só aumentava ao longo do dia.

Às vezes entre nuvens e às vezes queimando como ele só, o sol sempre esteve presente. Com isso, os competidores se protegeram e focaram no que realmente importava: a pesca.

As ações começaram cedo. No primeiro arremesso, alguns pescadores já sentiram o prazer inenarrável em fisgar um belo peixe. Logo nos minutos iniciais, as balanças já começaram a trabalhar.

Ainda no primeiro tempo, a dupla Alex e Bartoli capturou um Pirarucu de 39,260kg na salsicha! A pesagem deste exemplar belíssimo levou os dois para a ponta da tabela.

Ao longo do dia, os competidores tiveram horas e horas para tentar alcançar o maior peixe da dupla, mas este foi o único Pirarucu que deu as caras no final de semana. Com isso, Alex e Bartoli levaram para a casa o troféu de maior peixe do dia e garantiram a vaga para a grande final!

Mas o grande desafio do CBP é se manter em uma boa colocação. O lago não vai parar de responder, então, quem está nas primeiras posições, precisa fazer de tudo para assegurar uma classificação.

São tantas emoções que fica difícil descrever todas. Para você ter uma ideia, a dupla campeã da terceira etapa nem sequer estava no top 10 ao fim do primeiro tempo.

Apenas este dado já mostra como a disputa é. No segundo tempo, os olhos começaram a se voltar para Fer Battani e William, que começaram a pegar muito peixe.

Próximo às 11 horas, eles pegaram um Pacu de apenas 2,400kg. Mas era só o aquecimento. A partir daí, foram 11 Tambacus, de vários tamanhos diferentes.

As iscas usadas e a modalidade também variavam. Até a hora do almoço, William e Fer apostaram no minhocoçu, isca que se destacou demais na terceira e na quarta etapa, e na boia torpedo.

Deu certo! Na segunda pausa do dia, a dupla já ocupava a segunda colocação e Eduardo Leite e Alexandre, primeiros colocados até então, viam a liderança ameaçada.

A disputa entre essas duas grandes duplas foi o destaque do primeiro dia. Eduardo e Alexandre pegaram 14 peixes no total, todos Tambas. Seis com minhocoçu, sete com massa e um na lesma.

Mas foi no terceiro tempo que tudo mudou. Com dois minutos de disputa, Fer e William conseguiram fisgar um Tamba de 15,320kg na anteninha. A partir daí, pegaram mais três peixes no terceiro tempo da terceira etapa do terceiro CBP.

Ao final da penúltima bateria, a dupla foi para primeiro lugar e não saiu mais! Pegou mais três Tambacus no minhoco, somando 150,370kg de peixes e garantiram a vaga para a finalíssima com o primeiro lugar!

Em segundo lugar, também conseguindo a vaga para a final, ficou Eduardo Leite e Alexandre, com 110,410kg.

A emoção das duplas foi captada pelas lentes dos profissionais da Fish TV! Uma emoção e tanto em mais uma disputa do terceiro CBP!

As duplas classificadas para a grande final são:

1º – FER BATTANI E WILLIAM: 150,370KG

2º – ALEXANDRE E EDUARDO LEITE: 110,410KG

MAIOR PEIXE – ALEX E BARTOLI: PIRARUCU DE 39,260KG

 

ETAPA 4 (DOMINGO, 28 DE NOVEMBRO): Peixe mais tímido e TOP 10 mudando a todo o momento!

A resposta da arena no sábado até continuou no domingo, mas em menor escala. Se pararmos para analisar os números da terceira e da quarta etapa deste CBP, a etapa de domingo teve 318,49kg a menos de peixes pesados.

Porém, 1.779,970kg de peixes ainda é um grande número para um campeonato de pesca. Apesar do peixe estar mais tímido na quarta etapa, ela não deixou de ser emocionante. Muito pelo contrário!

Quem acompanhou as lives realizadas no Instagram oficial da Fish TV, percebeu que as primeiras colocações mudavam a cada vez em que o placar era mostrado.

De tantas duplas de destaque, algumas se sobressaíram. Desde o início da prova, ou melhor, desde o dia anterior, a dupla formada por mãe e filha (Lu e Manu), que ficaram na quinta posição no sábado, começaram a tirar peixes, um atrás do outro.

Manu deu um show! Com apenas 11 anos, já tem todo o jeito de pescadora e tirou grandes exemplares da água. Sete peixes, para ser mais exato (todos com minhocoçu). E com os outros dois peixes pegos por Lu, a dupla lutou bravamente pela vaga.

Ao fim dos dois primeiros tempos de prova, elas lideravam a etapa. Mas a sorte estava ao lado delas até às 14:28h, horário do último peixe pego pela dupla.

Com isso, Lu e Manu ficaram em quarto lugar, a um degrau de conseguirem a vaga para a final. Apesar de não ter se classificado com sua filha, Lu já estava classificada para a finalíssima com o seu marido Neto, após terceira colocação na primeira etapa do campeonato goiano.

Parabéns pela ótima prova, Lu e Manu!

No terceiro tempo de prova, tudo mudou. A partir daí, seis pescadores começaram a ganhar destaque e a ter a tensão e adrenalina caminhando junto.

Marcelo e Rodrigo, André e Edson, e Eduardo e Marcelo começaram uma briga fantástica nas balanças. Marcelo e Rodrigo, por exemplo, haviam pego seis peixes com minhoco até o início do terceiro tempo. A partir daí, apostaram na anteninha e na lesma com boia e boia cevadeira.

Marcelo estava inspirado e pegou mais três exemplares, totalizando nove e ajudando na soma de 91,460kg. Isso levou a dupla para a terceira colocação, o que não estava trazendo a vaga para a final… Até que algo aconteceu. Ou melhor, algo não aconteceu.

Às 12:01h, a dupla Eduardo e Marcelo conseguiu capturar um belo Tamba de 19,160kg. Um ótimo peixe! Acontece que, no domingo, não tivemos nenhum peixe capturado acima deste peso. Com isso, Eduardo e Marcelo levaram para casa o troféu de maior peixe do dia!

Como eles estavam em boa classificação, abriram a terceira vaga e Marcelo e Rodrigo acabaram conseguindo ir para a grande final!

Eduardo e Marcelo, agora, disputavam com André e Edson o título da etapa. André também deu um show e capturou 8 Tambacus no minhocoçu, colocando fogo na disputa.

Os peixes da dupla somaram 101,120kg e fez de André e Edson, mais dois finalistas deste grande terceiro Campeonato Brasileiro em Pesqueiros!

Mas mesmo com todo o calor da disputa e o show de pesca feito por André e Edson, ninguém conseguiu superar os 115,630kg pescados pela dupla campeã.

Dez Tambacus, pegos também com minhoco (com exceção do último, pego com massa), fizeram de Marcelo e Eduardo os campeões da quarta etapa paulista!

Com 14,510kg a mais do que a dupla vice-campeã, Eduardo e Marcelo levantaram os troféus de campeão da etapa e de maior peixe. Parece que ter pego o Tamba de 19,160kg ao meio dia deu forças para a dupla, não é?

Todos esses finalistas vão chegar fortes para a grande final! São eles:

1º – EDUARDO E MARCELO: 115,630KG

2º – ANDRÉ E EDSON: 101,120KG

3º – MARCELO E RODRIGO: 91,460KG

MAIOR PEIXE – EDUARDO E MARCELO: TAMBACU DE 19,160KG

VEJA AS FOTOS DAS ETAPAS TRÊS E QUATRO DO CBP PAULISTA CLICANDO AQUI!

Quer conferir todas as emoções dessa etapa? Siga o Instagram Oficial da Fish TV e acompanhe a cobertura da disputa por lá!
AINDA RESTAM VAGAS PARA AS DUAS ETAPAS CATARINENSES, DUAS ETAPAS PARANAENSES E AS QUATRO ETAPAS PAULISTAS RESTANTES!

Premiações do 3º Campeonato Brasileiro em Pesqueiros

  • Campeão nacional: R$ 100.000,00 em dinheiro, troféu e medalha.
  • Vice-campeão nacional: Viagem, com tudo pago, para Alta Floresta, no Mato Grosso, troféu e medalha.
  • 3º lugar nacional: Viagem, com tudo pago, para Corrientes, na Argentina,  troféu e medalha.
  • Maior peixe nacional: R$ 10.000,00. troféu e medalha.
  • 1º lugar estadual: R$ 2.000,00, inscrição para o CBP 4, troféu e medalha.
  • Maior peixe de cada estado: R$ 1.000,00,  troféu e medalha.
O 3º Campeonato Brasileiro em Pesqueiros conta com o apoio de Buffalo MotoresHughesnetQuistyAlbatroz FishingJem ComercialMaruri FishingRepeMaxCloter RytosDewarLife KLumisMX PESCAPatola e Pegando Gigantes.

 

    Quer saber mais?
    Preencha com seus dados e entraremos em contato




    Fish TV

    Acompanhe as novidades

    Pagamento em até 10x nos cartões de crédito. Consulte condições especiais

    Fish TV Fish TV

    QUER GARANTIR SUA VAGA NO CBP 4?

    Temos uma novidade: o Voucher Promocional! Preencha o formulário e saiba mais.